• A

    Águas marinhas e ametistas

    Águas-Marinhas e Ametistas são dois exemplares das belezas naturais encontradas em solo brasileiro que encantaram o jovem Hans Stern (1922-2007) no final dos anos 30, quando chegou no Brasil aos 17 anos. Hans e sua família vinham da Alemanha, que estava prestes a viver a Segunda Guerra Mundial. Estavam à procura de uma vida de paz, belezas e oportunidades. Hans encontrou aqui muito mais; ficou e construiu uma bela história para ele e para as pedras coloridas brasileiras, até então não reconhecidas como preciosas.
    Águas-Marinhas e Ametistas
  • B

    Brasil

    O Brasil é o país de origem da H.Stern e também uma fonte de inspiração frequente para a marca. A riqueza criativa do país e características particulares de seu povo permeiam de maneira sutil as criações da joalheria, sem interpretações óbvias ou folclóricas. As joias são criadas para realçar a beleza de mulheres de todas as partes do mundo, e a beleza é universal. Mas cada criação carrega algo da alma brasileira. Uma sensibilidade muito particular, mente aberta para o novo sem regras rigidamente estabelecidas. Algo que pode ser chamado de "ginga" ou "twist".
    Brasil
  • C

    Celebridades

    Celebridades do cinema e da música internacional estão presentes na história da H.Stern.
    Catherine Deneuve, a inesquecível “A Bela da Tarde” do filme de Luis Buñuel, foi tema de uma coleção de joias da marca dos anos 80. Pela primeira vez, a joalheria unia sua marca a uma personalidade artística. Nos anos 90, esta ligação viria a se intensificar e as joias H.Stern passaram a ser frequentemente escolhidas por estrelas de Hollywood para desfilarem pelo Tapete Vermelho de eventos como Oscar e Globo de Ouro. Angelina Jolie, Catherine Zeta Jones, Jennifer Lopez e muitas outras estrelas brilham com joias H.Stern, refletindo o alcance obtido pela marca ao longo de seus 70 anos.
    Celebridades
  • D

    Diane Von Furstenberg

    A estilista de origem Belga que conquistou a América e o restante do mundo nos anos 70 ao lançar o famoso vestido-envelope com o slogan “Be a Woman, Wear a Dress” assina uma coleção de joias H.Stern desde 2004. A personalidade, o estilo de vida e a obra de Diane seduziram Roberto Stern e inspiraram os designers da H.Stern a criarem uma coleção de joias arrojadas (muitas em tamanho bold) que se tornaram objeto de desejo para mulheres dos quatro cantos do planeta. Power Rings, braceletes formados por grandes elos de ouro, pedras coloridas em referência às viagens de DVF ao Oriente, cristais incolores e talismãs para atrair boas energias são a essência da coleção, que tem o Love Knot (símbolo tibetano de amor eterno) como ícone.
    Diane Von Furstenberg
  • E

    Estrela

    Estrela em alemão, é Stern. Não por acaso, o símbolo tornou-se assinatura visual da H.Stern e está presente em diversas joias da marca. Seja como um discreto carimbo no interior de anéis, um detalhe no fecho de colares e pulseiras, uma charmosa marca na tarraxa de brincos ou mesmo como elemento principal do design, como na consagrada coleção Stars, as estrelas são um best-seller da marca frequentemente visto em aparições de celebridades mundo afora.
    Estrela
  • F

    Fluid Gold

    O colar Fluid Gold foi lançado no final dos anos 90 e é um dos ícones da H.Stern. Atemporal, a joia é sucesso nas lojas de todo o mundo, por sua sutil sofisticação, design simples e incrível versatilidade. Na versão mais longa, o colar feito de pequenos canutilhos de ouro tem 3 metros de comprimento. Ele pode ser usado de diversas maneiras, fazendo mais ou menos voltas ao redor do pescoço, para formar fios mais longos, ou mais curtos. Também forma um belíssimo bracelete de muitas voltas ou até um cinto. É uma joia perfeita para acompanhar a mulher moderna desde seus compromissos de trabalho até um evento mais sofisticado.
    Fluid Gold
  • G

    Guided Tour

    O Guided Tour, um tour guiado pelas oficinas de ourivesaria da marca, em que os clientes podem acompanhar o encantador processo artesanal de produção das joias, foi uma das iniciativas pioneiras da H.Stern. Ainda no início dos anos 50, Hans Stern abriu as portas de suas instalações, então situadas no centro do Rio de Janeiro, para visitação. Na década de 80, quando a empresa mudou sua sede para Ipanema, fundando o primeiro edifício já planejado para hospedar todas as áreas envolvidas em manufatura e varejo de joias finas - oficinas de ourivesaria e lapidação, laboratórios, instalações de treinamento, escritórios, showrooms e muito mais - o espaço aberto foi ampliado, sendo até hoje um ponto de grande atração para visitantes.
    Guided Tour
  • H

    Hans Stern

    O H da H.Stern vem da inicial do seu fundador, Hans (1922-2007). No início da história da empresa, seu nome era grafado em letras góticas, que ajudaram transformar a marca em sucesso mundial. Na década de 90, diante da reestruturação dirigida por seu filho Roberto Stern, surgiu a necessidade de mudança na logomarca para coroar a nova fase. Completando 50 anos, a marca deixou de lado a romântica moldura que rodeava seu nome. Já nos anos 2000 foi adotado o logotipo com letras de design contemporâneo e atemporal, que apresentam a marca atualmente. À imagem de credibilidade e solidez, foram agregados conceitos de design, modernidade e agilidade. O S sinuoso é uma homenagem à silhueta feminina.
    Hans Stern
  • I

    Integração

    A Integração vertical é grande força da H.Stern. Desde sua fundação até os dias de hoje, a empresa segue com administração familiar e controla todas as etapas da criação de suas joias – desde a busca pelas melhores pedras preciosas, passando pela conceituação e design das coleções até o acabamento final de cada peça. Ter todas estas etapas internamente possibilita o alcance da excelência técnica e criativa e a superação de barreiras constantemente. Hoje, mais de 300 profissionais integram as áreas de produção da empresa que inclui designers, ourives, lapidários e cravadores.
    Integração
  • J

    Jóias

    As joias H.Stern encantam pela qualidade e pelo seu design diferenciado. Elas são o fruto de uma visão de futuro própria da H.Stern. Formas orgânicas, linhas simples e elegantes, inspiração na natureza e nas artes fazem parte dos conceitos de criação de joias que transformam sonhos em realidade. “Idas e vindas no tempo são a alma da joalheria. Buscamos inspiração no passado, mas a interpretação tem que ser atual. Imaginamos o futuro, atendo-nos às técnicas de hoje. É uma questão de viajar no tempo, de quebrar barreiras, de buscar o novo, sem esquecer nossas raízes”, resume Roberto sobre o processo criativo da H.Stern.
    Joias
  • K

    Kurt Stern

    O engenheiro Kurt Stern ensinou ao filho, Hans, valores como honestidade e saber lidar com as pessoas. Hans colocou as teorias do pai em prática na condução da H.Stern. No início da década de 40, Kurt trabalhava numa usina elétrica no Piauí e o filho estava no Rio de Janeiro. Correspondiam-se constantemente por cartas, que traziam grandes ensinamentos de pai para filho. Quando a joalheria começou a crescer, Kurt mudou-se para o Rio e começou a ajudar o Hans nos negócios. Melhorou a infraestrutura da companhia e criou sistemas de controle de qualidade. Morreu aos 75 anos deixando como legado a integração familiar que guia a H.Stern, atualmente comandada pelos dois filhos mais velhos de Hans: Roberto e Ronaldo, Presidente e Vice-Presidente da empresa.
    Kurt Stern
  • L

    Laboratório

    Um Laboratório Gemológico próprio, para análise e classificação de pedras preciosas, foi instalado na sede da H.Stern no Rio em 1958. O maior da América Latina desde então, segue os critérios de classificação do respeitado GIA, o Gemological Institute of America, garantindo a qualidade inquestionável de cada pedra usada nas joias da marca.
    Laboratório
  • M

    Museu

    O Museu de pedras preciosas da H.Stern está localizado no coração do edifício-sede da empresa, em Ipanema, Rio. Ali, passam anualmente milhares de visitantes do mundo todo para ver de perto exemplares únicos de gemas preciosas das mais variadas espécies, joias premiadas, além de uma exclusiva coleção de turmalinas, coletadas por Hans Stern ao longo de décadas. São quase mil pedras, cada uma com tonalidade diferente e beleza única.
    Museu
  • N

    New York

    A cidade de Nova York abriga, desde 1963, a primeira loja H.Stern nos Estados Unidos. Situado na famosa Quinta Avenida, o espaço grandioso reflete a abrangência internacional da marca, hoje presente em 32 países e em endereços de destaque nas principais capitais do mundo como Londres, Paris, Moscou, Frankfurt e Tel Aviv.
    New York
  • O

    Ouro Nobre

    O Ouro Nobre é uma tonalidade exclusiva de ouro 18K da H.Stern. O mais cobiçado dos metais ganhou versão inédita no ano de 2001, em tom intermediário entre o branco e o amarelo. Foi desenvolvido pela H.Stern ao longo de dois anos de pesquisas e é resultado de mais de 180 combinações metálicas testadas. A liga e as proporções de cada metal da mistura são “segredo de Estado”! O tom tem o calor do ouro amarelo e a elegância do ouro branco, podendo ser combinado com joias em outras cores de metal. Sua tonalidade remete às joias de família. Usado em joias de design moderno, causa uma sensação ímpar.
    Ouro Nobre
  • P

    Prêmios

    Prêmios diversos marcam a história da H.Stern como joalheria de destaque no cenário internacional. O primeiro deles foi o Grand Prix de La Ville de Geneva, em 1970, com o primeiro relógio da marca - um modelo com design ousado para a época, marcado por linhas geométricas arrojadas. Entre os anos 70 e 80, foram outras dezenas de premiações no Diamonds Awards, promovido pela De Beers, entre outros. Décadas mais tarde, já consagrada como joalheria de design, a H.Stern não participa mais de concursos, valorizando o reconhecimento do público como seu principal aval.
    Prêmios
  • Q

    Qualidade

    Garantia de Qualidade sempre foi uma bandeira empunhada fervorosamente pelo fundador da H.Stern. Desde 1947, quando pouco se falava no assunto, Hans Stern instituiu que para cada peça comprada em sua empresa o cliente levaria um Certificado de Garantia Mundial, estabelecendo a autenticidade e qualidade de cada material precioso utilizado na confecção da peça adquirida. O Certificado de Garantia, entregue até hoje a cada cliente da marca, assegura ainda o direito aos serviços de manutenção como limpeza e polimento da joia em todas as lojas H.Stern ao redor do mundo.
    Qualidade
  • R

    Roberto Stern

    Roberto Stern começou a trabalhar na H.Stern na década de 80, passando por diversos setores até assumir a diretoria de Criação. Agregou o conceito de design às joias antes reconhecidas essencialmente pelas pedras preciosas. Joias exclusivamente de ouro abrem espaço para o desenvolvimento de novos acabamentos e texturas para o metal, o que se tornaria mais um diferencial da H.Stern. Implantou também o conceito de coleções, antes não usado pelas joalherias: cada design passa a ser visto em anéis, brincos, colares e pulseiras com o mesmo conceito. A Coleção Mundial, de 1995, foi a primeira desta nova era.
    Roberto Stern
  • S

    Signature

    Signature é o nome que diferencia as coleções H.Stern assinadas por personalidades. Periodicamente, a equipe de criação da marca desenvolve joias inspiradas em artistas e criadores de outras áreas. Muito além de simples contratos de uso de imagem, as coleções refletem profundos mergulhos da equipe criativa em busca de inspirações inusitadas. Foi assim com a consultora de moda Costanza Pascolato, com o músico Carlinhos Brown, os irmãos Fernando e Humberto Campana, a estilista Diane Von Furstenberg, a companhia de balé Grupo Corpo, o arquiteto Oscar Niemeyer, entre outras. A cada nova parceria, novas possibilidades são descobertas para o mundo sem limites da H.Stern.
    Signature
  • T

    Trunk Show

    Trunk show é um tradicional evento realizado anualmente nas diversas lojas da H.Stern no Brasil, desde 1975, e em outros países como Estados Unidos, Alemanha, Peru e Israel. Durante o evento, a joalheria aceita o ouro de joias usadas como parte de pagamento na compra de novas peças. As clientes levam à loja as joias das quais pretendem se desfazer; as mesmas são pesadas e têm seu metal avaliado, transformando-se em crédito para novas aquisições. Oportunidade mais do que especial para renovar suas joias.
    Trunk Show
  • U

    Única

    Única joalheria da América Latina mencionada pelo guia de luxo Lê Guide du Luxe, editado na França em 2003, a H.Stern é citada como uma marca que evoluiu com o tempo e se tornou uma joalheria moderna, que lança diversas coleções ao ano com pedras variadas e texturas diferenciadas de ouro, sentenciando que as joias confirmam a verdadeira vocação da H.Stern como "jewelry designer".
    Única
  • V

    Versatilidade

    Versatilidade é um dos conceitos que guiam a criação da H.Stern. As joias podem ser vestidas em diferentes ocasiões, de dia ou de noite, para uso desde compromissos de trabalho até festas sofisticadas. A variação de materiais na interpretação de um mesmo design permite que a cliente possa imprimir seu próprio estilo no uso da joia. Há peças destacáveis, como berloques removíveis, permitindo uma suave transição no modo de usar a mesma joia.
    Versatilidade
  • X

    Xingu

    O Xingu como fonte de inspiração. Uma viagem de Roberto Stern à Floresta Amazônica brasileira em busca de momentos de tranquilidade trouxe a inspiração para uma das coleções de grande sucesso da joalheria. Purãngaw, palavra que significa beleza em tupi-guarani, reverencia a riqueza cultural dos índios brasileiros, suas tradições e sua encantadora arte. Deste tema, surgiram joias feitas de minúsculas peninhas de ouro para relembrar a incrível arte plumária, sementes lapidadas em pedras preciosas e peças esmaltadas como fazem os índios em sua técnica de pintura corporal.
    Xingu
  • Y

    Yu Gardens

    Yu Gardens é o nome de um jardim chinês que já serviu de inspiração para joias H.Stern. Este foi apenas um dos temas da Natureza a inspirar a equipe de criação da marca. As formas orgânicas da água, de plantas e flores, dos grãos de areia e seixos dos rios são temas frequentemente explorados pelos designers, seguindo as orientações de Roberto Stern. “A Natureza não tem linhas retas e é por isso que prefiro a assimetria. Formas irregulares são mais humanas, mais naturais”, explica o diretor criativo da marca. A filosofia da H.Stern é criar joias que são agradáveis ao toque e confortáveis ao vestir; que caem bem sobre a pele e são bonitas aos olhos.
    Yu Gardens
  • W

    Wonderland

    O País das Maravilhas de Alice, a personagem da Disney e do diretor Tim Burton, também já se transformou em joias H.Stern. Figuras icônicas vistas no blockbuster do cinema como a Floresta de Cogumelos, o Gato Risonho e o monstro Jabberwocky deram forma a anéis-escultura em dimensão extraordinária. Feitos à mão em um minucioso processo artístico, as peças eram desenvolvidas apenas sob encomenda e levavam cerca de três meses para ficarem prontas. De tão especial, a coleção foi desenvolvida em edição limitada e hoje faz parte da história da H.Stern, não mais disponível para compra.
    Wonderland
  • Z

    Zephyr

    Zephyr é o nome do Deus Grego dos ventos que inspirou uma coleção de joias H.Stern. As sensações visuais do movimento provocado pelo vento no contato com o cabelo das mulheres, a leveza, a suavidade e a liberdade contidas nesta imagem foram referências para a equipe de designers da H.Stern criar a coleção. Brincos, anéis, colares e bracelete feitos a partir de linhas onduladas e irregulares estilizam, num emaranhado de ouro e diamantes, o movimento de cabelos ao vento: em zigue-zague, o volume de linhas curvas revela ao mesmo tempo o poder e delicadeza das peças.
    Zephyr
AnteriorPróximo